Merendas orgânicas em Ilhéus

Entrega do primeiro lote de produtos orgânicos da Bahia às escolas públicas do município de Ilhéus

A Rede de Agroecologia Povos da Mata, por meio da Associação de Aquicultores e Agricultores Familiares Orgânicos de Ilhéus (ASSAAFI), entregou esta semana o primeiro lote de alimentos orgânicos às escolas do município de Ilhéus. Os alimentos irão compor o cardápio escolar de mais de 70 unidades, dando às crianças a oportunidade de consumir alimentos mais saudáveis e livres de agrotóxicos. Segundo a nutricionista Rita Márcia Kruschewsky, chefe do Setor de Alimentação, “Ilhéus é o primeiro município baiano a fornecer alimentação orgânica no cardápio escolar”.

Todo o processo teve início em março de 2018, quando a Rede de Agroecologia Povos da Mata realizou uma série de capacitações, com cerca de 112 merendeiras da Rede Municipal, tendo como facilitadora Amanda Marfil, chef de cozinha agroecológica, vinda do Paraná e representando a Rede Ecovida. A iniciativa foi feita em parceria com a Secretaria de Educação de Ilhéus, alunos da pós-graduação em Tecnologia de Alimentos do IF BAIANO, Sebrae, Tabôa Fortalecimento Comunitário, Instituto Arapyaú, Mecenas da Vida, Rede Ecovida e Escola da Gastronomia de Serra Grande.

As merendeiras foram capacitadas em temas como: conceito de alimentos orgânicos, questões nutricionais na alimentação, composição de pratos nutritivos, receitas com itens da agricultura familiar disponíveis na região – dentre eles as plantas alimentícias não convencionais (PANCs), panificação, tortas e molhos, visando a elaborar os cardápios com maior valor nutritivo na merenda escolar.

            O passo seguinte foi a ASSAAFI participar da chamada pública voltada para produtos orgânicos, em março deste ano, para o Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE), destinado a aquisição de gêneros alimentícios da Agricultura Familiar para a merenda escolar, elaborada pela Prefeitura Municipal de Ilhéus, realizado pela Secretaria de Educação (Seduc). O contrato foi assinado em maio e serão oferecidos, até dezembro, cerca de 21 itens. Nesse primeiro lote de produtos foram entregues hortaliças, legumes, frutas, tubérculos e produtos processados (doces e sucos).

Fechamento da chamada com a equipe da Prefeitura

Segundo Tatiana Botelho, Presidente da Associação Povos da Mata, primeiro Organismo Participativo de Avaliação da Conformidade Orgânica (OPAC) da Bahia, “Acessar o primeiro PNAE orgânico do estado é um acontecimento histórico, que serviu como processo de aprendizagem para toda a rede, abrindo precedente para que possamos acessar o programa em outros municípios, beneficiando agricultores e estudantes com a produção e o consumo de produtos saudáveis”.

Estão envolvidos no processo produtivo aproximadamente 99 agricultores certificados e serão beneficiados no programa cerca de 25.997 alunos, divididos em 54 escolas da zona urbana e mais 15 nucleações da zona rural de Ilhéus. “A associação já alugou um armazém no centro de Ilhéus que servirá de entreposto. Atualmente nossos principais desafios são o planejamento da produção orgânica e a organização de toda logística de entrega”, ressaltou Adeci Ramos de Souza, presidente da ASSAAFI.

Deixe uma resposta